Considerado um dos melhores trabalhos de thrashcore do Brasil, "Opressor" ganha versão em vinil




Uma banda sabe que está se tornando grande quando as coisas começam a acontecer num ritmo acelerado em sua carreira. Com os mineiros do Uganga tem sido assim há algum tempo.

Depois do show que fizeram em Curitiba ao lado do Exodus, onde tiveram um sensacional retorno não só da plateia mas também dos próprios integrantes do Exodus, o baixista Raphael “Ras” Franco foi convidado para ser entrevistado pela Bass Player Brasil, a mais importante revista voltada para o contrabaixo no mundo! Se não bastasse estampar as páginas de tão respeitada publicação, a matéria foi destaque na capa da edição de fevereiro, que traz o saudoso mestre Lemmy Kilmister como matéria principal.

A matéria de destaque na Bass Player é uma extensão da excelente recepção da mídia para o novo álbum do Uganga, "Opressor". O trabalho tem arrancado declarações como: "Melhor trabalho não somente da banda, mas do gênero no Brasil" (Outro Indie);  "Elite do Thrashcore nacional" (Som Extremo); "Merece estar cada vez mais no topo do metal nacional" (Mondo Metal); "Bombástico" (Revista Roadie Crew); "Avassalador" (Musikkaos); "Thrashcore de altíssima qualidade" (Delfos). "Opressor" também foi eleito "Melhor Álbum Nacional de Rock de 2014" em votação realizada entre os leitores do blog Heavynroll.

Embora adjetivos e elogios façam bem para uma banda independente que sempre é posta a superar desafios, é fato que não são suficientes para mantê-la ativa. Afortunadamente, o Uganga já se encontra numa posição financeira bem confortável no mercado da música pesada nacional. Fato é que a Sapólio Rádio, sua gravadora, atendendo a demanda dos fãs, decidiu disponibilizar no mercado uma edição em vinil de "Opressor".

Impresso na cor verde, a edição em vinil de "Opressor" traz encarte com todas as letras das músicas e, o melhor: a expressiva arte da capa em tamanho grande!
"A estrada da música underground não é uma Autobahn onde se guia a 200 km por hora", brinca o vocalista do Uganga, Manu Joker. "É cheia de buracos, barreiras, desvios, mas nos leva a lugares incríveis! Seria algo muito distante imaginar um vinil do Uganga quando a banda foi criada, em 1993, em plena febre do CD. Vinte anos depois cá estamos vendo nosso quinto álbum (quarto de estúdio) saindo nesse formato pela Sapólio Rádio. Termos a arte da capa no tamanho certo e as músicas divididas nos lados A e B não tem preço!"

A Incêndio, marca de roupas que patrocina os integrantes do Uganga, começa a vender as cópias em vinil de "Opressor" a partir desta quinta-feira, dia 17 de Março, com preço promocional de R$ 50,00. Um combo incluindo o vinil, camiseta do Uganga e outros brindes pode ser adquirido pelo valor de R$ 80,00. Esses valores promocionais de lançamento estarão disponíveis até o dia 20. Os fãs podem comprar diretamente pelo site da marca e o envio é feito para todo Brasil:
http://www.incendioshop.com.br/uganga-ct-c44d4




Ras em destaque na capa da nova edição da revista Bass Player

Uma banda sabe que está se tornando grande quando as coisas começam a acontecer num ritmo acelerado em sua carreira. Com os mineiros do Uganga tem sido assim há algum tempo.

Depois do show que fizeram em Curitiba ao lado do Exodus, onde tiveram um sensacional retorno não só da plateia mas também dos próprios integrantes do Exodus, o baixista Raphael “Ras” Franco foi convidado para ser entrevistado pela Bass Player Brasil, a mais importante revista voltada para o contrabaixo no mundo. Se não bastasse estampar as páginas de tão respeitada publicação, a matéria foi destaque na capa da edição de fevereiro, que traz o saudoso mestre Lemmy Kilmister como matéria principal.

Com o título "Opressão dos Graves", a entrevista destacou a experiência de Ras junto ao Uganga que soma em sua discografia quatro álbuns de estúdio e um disco ao vivo gravado na Alemanha. A publicação ainda destaca o novo trabalho do grupo, "Opressor", dizendo se tratar de "uma pedrada de thrashcore de ótima qualidade" e, entre outros assuntos, explora as duas turnês europeias realizadas pela banda em 2010 e 2013: "Toda banda almeja atingir o maior número de público possível, e o exterior acaba abrindo mais portas", foi uma das respostas dadas por Ras que acabou ganhando destaque na capa da publicação.



A matéria de destaque na Bass Player é uma extensão da excelente recepção da mídia para o novo álbum do Uganga, "Opressor". O trabalho tem arrancado declarações como: "Melhor trabalho não somente da banda, mas do gênero no Brasil" (Outro Indie);  "Elite do Thrashcore nacional" (Som Extremo); "Merece estar cada vez mais no topo do metal nacional" (Mondo Metal); "Bombástico" (Revista Roadie Crew); "Avassalador" (Musikkaos); "Thrashcore de altíssima qualidade" (Delfos). "Opressor" também foi eleito "Melhor Álbum Nacional de Rock de 2014" em votação realizada entre os leitores do blog Heavynroll.

Manu Joker comenta sobre show com Exodus: "Tocar com esses caras em Curitiba é mais um sonho realizado"

Considerada uma das bandas mais importantes do atual cenário nacional do metal, o Uganga tem um currículo onde sobram motivos para seus integrantes se orgulharem: são 20 anos de estrada, quatro álbuns de estúdio, um álbum ao vivo, duas turnês europeias e incontáveis shows pelo Brasil. Mas por mais que isso signifique bastante coisa para muitos, para o Uganga é apenas o começo.

Depois de terem feito recentemente o show de abertura para o Coroner em São Paulo, o Uganga vai se apresentar pela primeira vez em Curitiba/PR e realizar um antigo sonho: abrir um show para o Exodus!


"Conheci o Exodus em 1986 quando um amigo trouxe uma cópia importada do "Bonded By Blood" aqui pra Araguari", lembra um emocionado Manu Joker. "Aquilo foi como um soco na minha cara! Eu ainda não sabia o que era thrash metal. Pra gente sons mais rápidos eram todos chamados speed metal, fosse Venom, Metallica ou Mercyful Fate... Então veio esse petardo e logo depois o vídeo da "Combat Tour" onde o Exodus alucinava ao lado do Slayer e Venom. Que me desculpem essas duas bandas que também amo, mas Gary Holt e sua crew me marcaram mais profundamente e passaram a ser influência para tudo que fiz depois". 

O que Manu fez depois também fez história, assim como o Exodus. Afinal, ele foi baterista do Sarcófago e, com a banda, gravou um dos maiores clássicos do death/black metal de todos os tempos, o álbum "Rotting". Mas o fato é que, agora como frontman do Uganga, será responsável por trazer aos palcos do Music Hall a história e o presente do thrash metal.
"Minhas bandas de thrash preferidas são Exodus, Metallica e Anthrax, mas "Bonded By Blood" é o álbum definitivo do thrash metal! Amo Exodus, seja com Paul Baloff, Steve Zetro ou Rob Dukes. Tocar com esses caras em Curitiba é mais um sonho realizado, vamos abraçar a oportunidade e dar o nosso melhor!" 

Exodus e Uganga se apresentam no Music Hall em Curitiba/PR no próximo dia 27 de Janeiro, quarta-feira, a partir das 20:00. Com organização da Damar Productions, o evento já está com ingressos disponíveis pelo site Ticket Brasil - https://goo.gl/oJAO15.

A formação atual do Exodus conta com os guitarristas Lee Altus e Kragen Lum (Heathen, substituto temporário de Gary Holt que está em tour com o Slayer), o vocalista Steve “Zetro” Souza, o baixista Jack Gibson e o baterista Tom Hunting. A banda divulga seu mais recente álbum, "Blood In, Blood Out", lançado em 2014.

O Uganga vai para Curitiba não só para realizar um sonho, mas sobretudo para promover seu mais recente álbum, "Opressor", que tem arrancado declarações como: "Melhor trabalho não somente da banda, mas do gênero no Brasil" (Outro Indie);  "Elite do Thrashcore nacional" (Som Extremo); "Merece estar cada vez mais no topo do metal nacional" (Mondo Metal); "Bombástico" (Revista Roadie Crew); "Avassalador" (Musikkaos); "Thrashcore de altíssima qualidade" (Delfos). "Opressor" também foi eleito "Melhor Álbum Nacional de Rock de 2014" em votação realizada entre os leitores do blog Heavynroll.
Além do vocalista Manu Joker, o Uganga também conta com Christian Franco (guitarra), Thiago Soraggi (guitarra), Maurício "Murcego" Pergentino (guitarra), Raphael “Ras” Franco (baixo e vocal) e Marco Henriques (bateria e vocal).

O grupo lançou recentemente um 'lyric video' para a faixa "O Campo", presente em "Opressor".




Serviço:
Exodus e Uganga em Curitiba/PR
Data: 27 de Janeiro de 2016
Local: Music Hall
Endereço: Rua Engenheiros Rebouças, 1645
Horário: 21:00
Ingressos: a partir de R$ 100,00 (meia), R$ 110,00 (promocional) e R$ 150,00 (camarote)


Nova sessão de fotos

O Uganga fez uma nova sessão de fotos no último fim de semana, agora como sexteto.
Todos os créditos para nosso parceiro Eddie Shumway (Travesseiros Discos).
Confira outras na seção "Fotos" aqui do site.




Uganga participa de três festivais neste fim de semana

Atenção interior paulista! Começa hoje a maratona de três shows que o Uganga faz por Altinópolis, Avaré e Salto neste fim de semana! E o melhor: serão três shows em festivais!

Hoje, 30 de Outubro, o Uganga fecha o primeiro dia do Metal Land, novo festival brasileiro que também trará atrações de peso como Sepultura, Krisiun, Andre Matos, entre outros.


Amanhã o sexteto mineiro comemora o Halloween no festival Extreme Attack em Avaré, também com outras excelentes bandas como Vulture, Warshipper, etc.



Fechando a min-tour paulista, o Uganga será principal atração da 31º edição do festival Metal For All que acontece em Salto.


É do interior de São Paulo, ou mesmo da capital, e realmente curte metal? Então não tem desculpas para não sair de casa neste fim de semana! Nos vemos na estrada!

Uganga é matéria de capa na nova edição da revista Collapse Underground Art

"Escrevo sobre estar vivo" é o título da entrevista com o vocalista Manu "Joker" que conta tudo sobre o novo trabalho da banda, "Opressor", eleito "Melhor Álbum Nacional de Rock de 2014"


"Um pouco de loucura, com certeza", foi a primeira resposta que o vocalista Manu "Joker" deu à revista Collapse Underground Art quando perguntado sobre a razão pela longevidade do Uganga. Afinal, já são 20 anos de banda e uma produção musical exemplar: quatro álbuns de estúdio, um álbum ao vivo, duas turnês européias e incontáveis shows pelo Brasil. Tudo conquistada com suor e talento, em meio a muitas dificuldades, "sem dinheiro de papai rico e sem pagar jabá pra ninguém", como garantem. 

Mas tanto esforço faz valer a pena quando o reconhecimento vem através de matérias como essa entrevista concedida por Joker que ilustra a capa da nova edição da revista Collapse Underground Art. Nela, Joker conta tudo sobre o novo trabalho do Uganga, "Opressor", eleito "Melhor Álbum Nacional de Rock de 2014" pelo site Heavynroll, sempre com a sinceridade e transparência que lhe é peculiar: "Eu sou um cara feliz e não queria outra vida, mas os rumos que o mundo está tomando me deixam assustado. Políticos corruptos que destroem nosso planeta em nome do dinheiro, abuso policial, crianças morrendo nas ruas de fome ou overdose, o culto ao ego... A lista não acaba, mano! Por outro lado também falo de coisas que me fazem bem, que me dão força. Essa dualidade faz com que, mesmo nas letras aparentemente negativas, eu vá além de somente reclamar. Enfim, escrevo sobre estar vivo", destaca trecho da entrevista.


 
A Collapse Underground Art está em sua quarta edição e, além do Uganga, também traz matérias com Capadócia, Woslom, Hicsos, Seu Juvenal, Orphaned Land, entre outros. A publicação é distribuída digitalmente e gratuitamente através da plataforma issuu. Para ler a nova edição, acesse:
http://issuu.com/collapseundergroundart/docs/collapse_underground_art_edi____o_4
 
Entre outras novidades, o Uganga tem alguns shows de destaque confirmados para os meses de Outubro e Novembro. Depois de ter feito um das apresentações mais aplaudidas da edição desse ano do Festival Rock na Estação que reuniu mais de 2 mil pessoas em São Carlos, a banda volta ao interior paulista para se apresentar nos festivais Extreme Attack Fest em Itaí no dia 31 de Outubro e no Metal For All em Salto no dia 01 de Novembro.
 
O grupo, que além de Joker também conta com Christian Franco (guitarra), Thiago Soraggi (guitarra), Maurício "Murcego" Pergentino (guitarra), Raphael “Ras” Franco (baixo e vocal) e Marco Henriques (bateria e vocal), ainda se prepara para o lançamento de seu primeiro DVD que vai cobrir os 20 anos de carreira e para a versão em LP do novo álbum "Opressor". 

Por fim, para aqueles que ficaram interessados em saber mais sobre o conteúdo das letras de "Opressor", o site Brasil Metal História publicou em sua seção chamada "Raio-X" um texto escrito por Joker com todos os detalhes de cada uma das faixas do álbum. Para ler, basta acessar: http://www.brasilmetalhistoria.net/2015/08/uganga.html