Quarto show - Banska Bystrica (Eslováquia)

Acordamos em Zawiercie, após uma boa noite de sono no hostel, e pegamos a estrada rumo a cidade de Banska Bystrica, na Eslováquia.
Detalhe que todos estavam sem comer a quase 24hs já, todo mundo azul de fome. Paramos em um KFC no meio da rodovia e o pessoal se afundou no frango huahuaua.

Com a barriga cheia, seguimos viagem, passando por paisagens incríveis, inclusive um outro castelo. Com certeza ter paisagens como essas ajuda a tornar as viagens bem mais agradáveis.

Chegando na cidade por volta de 19hs e a primeira impressão foi de ser um lugar bem tranquilo. Poucas pessoas nas ruas, poucos carros passando... Rapidão já achamos o bar, Tirish Pub. Muito legal, lugar com altos graffitis legais, uma decoração muito massa, inclusive uma mesa grudada no teto (algo bem maluco hahaha).

Pouco depois o pessoal do Terrordome também chegou, trazendo o back line, e começamos a montar as coisas pra passagem de som. A primeira banda foi a local Maria Chuana que fez um show muito massa. Um metal bem técnico, muito bem tocado. Gostei bastante da banda.

Na sequência vieram os poloneses do Terrordome, para mais uma vez mandar seu thrash metal. Nesse momento a casa já estava bem cheia, com um bom público presente, louco pra bater a cabeça. Este seria o último show do batera que está excursionando com eles. Ele estava substituindo o batera da banda, que por questões de trabalho não pode fazer os primeiros shows da tour, A partir de hoje o verdadeiro baterista da banda assume as baquetas.


Terrordome

Pra fechar a noite, novamente Uganga, como a atração principal. Antes de começarmos os presentes já começavam a se aglomerar na frente do palco, esperando o começo do show dos brasileiros.
Como em time que se está ganhando não se mexe, fizemos o mesmo set dos outros dias. E a reação do público foi excelente! Muito legal ver como a música consegue unir as pessoas, apesar da língua completamente diferente. Terminamos o show, com o pessoal gritando por mais um som, e claro, fizemos esse bis, fechando o show com a nova "O Campo".



Após o show, batemos um papo com alguns presentes, tomamos mais algumas cervejas, nos divertimos em um brinquedo de testar a força dos socos (onde eu ganhei do Thiago e do Barata hahahaha) e fomos empacotar a van.
Fomos pra casa do Lukas, que estava promovendo o evento, mano gente fina que nos recebeu muito bem. Deixamos as coisas no ap dele e fomos comer um sanduba nas redondezas. Parecia uma gangue de metaleiros andando na rua, as duas bandas.

Com a barriga cheia voltamos pro ap, e em meio a muitas risadas, aos poucos o lugar ia ficando silencioso e os metalheads iam caindo no sono. Mas antes tivemos que ver o Eddie Shumway (nosso câmera man) pegar enganado o travesseiro de um dos poloneses e na hora de devolver falar em português com o cara: "Uai, o travesseiro é seu? Achei aqui no chão."
Será que ele entendeu alguma coisa?  hahahahahaha

Mais uma noite chegava ao fim, com o total sentimento de dever cumprido.
Agora é dar uma descansada e amanhã, Budapeste (Hungria).

On the road again!

por Marco Henriques