Terceiro Show - Zawiercie (Polônia)

Salve crew! Bora atualizar a bagaça!

Acordamos prontos para pegar estrada rumo a Zawiercie  e fomos surpreendidos por alguns novos fãs do UG que foram se despedir da banda. Coisas assim fazem toda a correria valer a pena, Ozimek rulez! No caminho para Zawiercie muitas florestas, pequenas vilas e frio, muito frio! O verão Polonês é o nosso inverno mano!

Paramos num restaurante de beira de estrada para comer e uma simpática senhora nos atendeu. Depois de matarmos a fome com pratos típicos da Polônia (comi uma espécie de pastel de queijo cozido, estanho mas saboroso) assinamos o livro da casa e a senhora para fazer média veio falar bem do Maradona. Falamos pra ela que o Maradona era um argentino drogado e que no Brasil era Pelé (aquele babaca fantoche da Fifa). Alguns poloneses que estavam na mesa racharam o bico da confusão. Antes de irmos pro local do Festival passamos num castelo maravilhoso onde fizemos várias fotos que logo iremos postar. Lugar lindo onde se respira história em todos os cantos!

Chegamos ao local do show, um parque bem legal ao lado de um estádio de futebol, e a banda de metalcore Drown My Day estava tocando. Detalhe que já tínhamos tocado com eles na primeira tour na cidade de Bidgost (Polônia), são bem profissionais no tipo de som que fazem mas realmente não é meu tipo de música.


O público era legal, em torno de 350 pessoas, mas por ser um local muito grande parecia ter um pouco menos. O Terrordome novamente mandou ver com seu thrash old school, esses caras mandam bem! Viemos na seqüência ja que éramos a atração principal (!) e não sabiamos o que esperar, porém antes da banda começar já tinha uma galera gritando Uganga com aquele sotaque típico Polonês e isso com certeza é algo muito legal quando se está frente a um público novo. O show foi excelente, com todos agitando bastante, PA excelente e seguranças a todo momento arrumando a grade em frente ao palco já que o mosh pit estava forte. Finalizamos o braço polonês da tour com chave de ouro e ainda fomos entrevistados pela TV local. Também recebemos os cumprimentos de um figurão que deve ser um dos patrocinadores do evento. O cara veio com toda a família nos agradecer, algo raro no Brasil em se tratando de bandas de rock pesado.


O fato engraçado foi que disseram para nosso motorista me avisar que não era para falar palavrões pois estávamos num evento público patrocinado pela Prefeitura, mas ele esqueceu e ao menos 3 vezes eu disse Napier Dalat Curva (procure a tradução se quiser).


Posso ter desagradado os políticos locais mas a platéia adorou. No final ainda ficamos um bom tempo conversando com as pessoas que vinham a toda hora tirar fotos e elogiar a banda até começar a chover. Nos despedimos dos nossos novos amigos e nessa hora rolou uma das coisas mais arrepiantes da tour até agora, quando as pessoas começaram a gritar Uganga! Uganga! Foi de arrepiar!
Novamente hostel para descansar, cuidar da garganta e assimilar mais um dia fantastico nessa tour. Hailz Polska!

por Manu "Joker" Henriques