Décimo Show - Worblaufen (Suíça)

Saimos de Nice rumo a Itália passando pelo principado de Mônaco, lugar lindo cheio de gente rica, mega carrões e Iates ancorados por todos os lados. Um lugar só pra passar heheheheheh... Logo estávamos na Itália para cruzar o norte do país rumo a Suíça para o derradeiro show da tour. A paisagem era maravilhosa, várias fazendas com gado, cultivo de uva e pequenas vilas. Interessante foi parar num posto de gasolina na região de Bolonha e ver várias garrafas de vinho com fotos de Hitler e Mussolini  no balcão. Apesar de interessante não foi uma surpresa total já que o ditador fascista nasceu naquela região (na vila de Predappio) e foi grande aliado de Hitler na segunda guerra mundial. Mesmo assim uma idéia de mal gosto.
Quanto mais chegávamos próximo a Suíça mais frio ficava, mais altas eram as montanhas e mais antigas as vilas, sendo que várias casas tinham o teto feito de pedras devido ao peso da neve no inverno. Na fronteira entramos num túnel de 10 quilômetros e bem no meio fica a divisa entre os dois países. Fomos parados pela polícia, nossos documentos foram checados e logo estávamos liberados, mas ainda no túnel. Pouco depois os alpes se descortinaram à nossa frente, estávamos bem altos em relação ao nível do mar e quando olhávamos para cima víamos montanhas ainda mais altas com gelo em seus cumes (mesmo estando no verão). Rodamos por boa parte do país inclusive passando na cidade de Montreaux, onde rola o famoso  festival de jazz e onde os mestres do Deep Purple gravaram o clássico “Machine Head”. Pouco depois chegávamos a capital Bern para rever nossos amigos do Tibis Dowstairs, agora renomeado Downi Pub. Tocamos na casa na primeira tour em 2010 e fizemos uma boa base de fans no local que nos esperavam com camisetas da banda e um belo churrasco acompanhado de champignon e batatas, tudo regado a muita cerveja. Inclusive um português que estava no primeiro show e curtiu bastante a banda estava lá de volta com o pessoal da banda Omnicide, campeã Suíça do Wacken Metal Battle.
O local tinha um bom público e só não estava lotado devido a um grande festival que acontecia nos arredores tendo o Smashing Pumpkins de headliner, mesmo assim uma galera estava lá para nos conferir. A primeira banda a tocar foi o Broken Fate que tem bastante influência de Metallica fase Black Album e um vocalista muito divertido.
Na sequência veio o Terrordome encerrando sua participação na tour com a tradicional demolição de thrash ultra rápido, vi 10 shows desses caras e nunca me cansava, puta banda foda além de grandes novos amigos.
O Uganga foi a terceira e repetimos a festa da primeira vez na Suíça com todos agitando bastante (banda e público). Decidimos homenagear nossos irmãos do Terrordome e todos tocamos com camisetas da banda o que foi uma surpresa para eles. No final o Jacek (roadie da tour) cantou Ace Of  Spades comigo, encerrando nosso set com chave de ouro.
Fechando a noite veio o Accreation, outra banda local bastante influenciada por Machine Head e composta novamente por caras muito gente boa.
Ficamos um bom tempo trocando idéia com o pessoal, assinando alguns cds e tirando fotos. Depois nos despedimos dos nossos irmão poloneses e nessa hora todos ficaram emocionados, uma grande amizade nasceu entre o Uganga e o Terrordome nessa tour e tenho certeza que irá durar por toda vida. Fomos dormir na sala de ensaio do Accreation que na verdade é um Bunker desativado na beira de um lago, lugar muito legal. Aproveitamos para fazer algumas imagens pro clip de Guerra no outro dia, nos despedimos do pessoal e pegamos estrada rumo a Alemanha onde a banda toda voltaria pro Brasil, menos eu que iria me encontrar com minha namorada e um casal de amigos para alguns dias de turista em Praga na República Tcheca.

A Cross Over Chaos Tour acabava ali com um saldo extremamente positivo e repleta de boas lembranças que carregaremos por toda vida. Que venha a próxima!